Os materiais mais comuns utilizados na construção de paredes

Tempo de leitura: 9 min

Escrito por mateus
em Julho 26, 2023

Os materiais mais comuns utilizados na construção de paredes

Na construção de paredes, uma variedade de materiais é utilizada para garantir estruturas sólidas, seguras e duradouras. 

Esses materiais desempenham um papel essencial na definição do desempenho, eficiência energética, isolamento acústico e estética das paredes feita em uma empresa de isolantes elétricos, por exemplo. 

Neste texto, vamos explorar os materiais mais comuns utilizados na construção de paredes, abordando suas características, vantagens e usos. 

Desde os tradicionais tijolos e blocos de concreto até materiais inovadores como o gesso acartonado, conheceremos as opções disponíveis e como cada uma delas contribui para a construção de espaços habitáveis e funcionais. 

A escolha do material adequado depende de diversos fatores, como o tipo de construção, o clima da região, o orçamento disponível e as preferências do projeto arquitetônico. 

Vamos agora adentrar o universo dos materiais de construção de paredes e descobrir as características que tornam cada um deles único e versátil.

Tijolos

Os tijolos são materiais tradicionais e amplamente utilizados na construção civil. Eles podem ser fabricados a partir de diferentes materiais, como barro, cerâmica ou concreto. 

Então, os tijolos são conhecidos por sua durabilidade e resistência, sendo uma opção popular para a construção de paredes.

Tipos de tijolos

Existem diferentes tipos de tijolos disponíveis, cada um com suas particularidades. Alguns dos mais comuns são:

Tijolo maciço

O tijolo maciço é fabricado em um único bloco sólido, sem vazios internos. Ele é conhecido por sua resistência estrutural, utilizado em projetos que exigem maior segurança, como a construção de paredes de contenção ou portas acústicas

Dessa forma, os tijolos maciços proporcionam isolamento térmico e acústico eficiente e são capazes de suportar cargas elevadas.

Tijolo furado

O tijolo furado apresenta furos em sua estrutura, reduzindo o seu peso e facilitando a sua manipulação durante a construção. 

Esses furos também contribuem para uma melhor aderência da argamassa, resultando em paredes mais resistentes. No entanto, os tijolos furados têm menor capacidade de isolamento térmico e acústico em comparação com os maciços.

Tijolo de vidro

O tijolo de vidro é conhecido por sua capacidade de transmitir luz entre os ambientes. Fabricado em vidro translúcido, esse tipo cria uma sensação de amplitude e luminosidade nos espaços internos, como em uma empresa de serviço de guincho, por exemplo. 

No entanto, é importante destacar que o tijolo de vidro não possui resistência estrutural, sendo utilizado principalmente em áreas internas e divisórias.

Vantagens e desvantagens dos tijolos

Os tijolos apresentam uma série de vantagens e desvantagens que devem ser consideradas ao escolher esse material para a construção de paredes.

Resistência estrutural

Os tijolos, especialmente os maciços, oferecem alta resistência estrutural. Eles são capazes de suportar cargas e proporcionam estabilidade às paredes. 

Essa característica é essencial em projetos que exigem segurança, como a instalação de equipamentos elétricos, como o Quadro Geral de Baixa Tensão (QGBT).

Isolamento térmico e acústico

Os tijolos maciços possuem bom desempenho em termos de isolamento térmico e acústico. Eles ajudam a reduzir a transferência de calor e som entre os ambientes, proporcionando maior conforto. 

No entanto, os tijolos furados têm uma capacidade de isolamento um pouco inferior, devido aos espaços vazios em sua estrutura.

Preço e disponibilidade

Os tijolos são amplamente disponíveis no mercado, com um preço acessível. Além disso, eles estão disponíveis em diferentes tamanhos e formatos, facilitando a adaptação às necessidades do projeto. 

Essa disponibilidade e acessibilidade tornam os tijolos uma escolha comum para construções residenciais e comerciais, sendo frequentemente utilizados por empresas de arquitetura.

Sustentabilidade

Além de suas qualidades estruturais, os tijolos também são considerados uma opção sustentável. Tijolos de barro e cerâmica, por exemplo, são fabricados a partir de materiais naturais e renováveis. 

Além disso, muitos fabricantes estão adotando práticas mais sustentáveis em suas produções, como a reciclagem de resíduos de construção e a redução do consumo de energia durante a fabricação.

Blocos de concreto

Os blocos de concreto também são amplamente utilizados na construção de paredes. Eles são produzidos por meio da moldagem de concreto em formas específicas e oferecem uma série de vantagens em termos de resistência e praticidade.

Tipos de blocos de concreto

Existem diferentes tipos de blocos de concreto disponíveis no mercado, cada um com suas características específicas, que podem ser úteis na construção de uma empresa de peças para tratores, por exemplo. 

Bloco de concreto celular

O bloco de concreto celular é fabricado com concreto leve, que contém células de ar em sua estrutura. 

Essas células proporcionam um bom isolamento térmico e acústico, tornando esse tipo de bloco ideal para projetos que visam a eficiência energética e o conforto ambiental. 

Os blocos de concreto celular são mais leves em comparação com os convencionais, facilitando o manuseio e a instalação.

Bloco de concreto estrutural

O bloco de concreto estrutural é projetado para suportar cargas significativas e proporcionar estabilidade às paredes. 

Esses blocos são mais densos e resistentes, permitindo a construção de paredes robustas e duráveis. 

Eles são frequentemente utilizados em projetos que exigem alta resistência, como construções comerciais ou industriais. Além disso, eles são compatíveis com a instalação de elementos adicionais, como fechaduras biométricas e sistemas de segurança.

Bloco de concreto vazado

O bloco de concreto vazado possui cavidades ou espaços vazios em sua estrutura. Esses ambientes reduzem o peso do bloco e permitem uma maior flexibilidade durante a instalação. 

No entanto, é importante destacar que os blocos de concreto vazados possuem uma capacidade estrutural mais limitada em comparação com os blocos estruturais.

Vantagens e desvantagens dos blocos de concreto

Os blocos de concreto apresentam uma série de vantagens e desvantagens que devem ser consideradas ao escolher esse material para a construção de paredes.

Resistência e durabilidade

Os blocos de concreto, especialmente os estruturais, são conhecidos por sua resistência e durabilidade. Eles são capazes de suportar cargas significativas e resistir a condições ambientais adversas. 

Essa resistência e durabilidade são especialmente importantes em projetos que envolvem a segurança dos ocupantes, como a instalação de sistemas de manutenção de chiller.

Isolamento térmico e acústico

Os blocos de concreto celular oferecem bom desempenho em termos de isolamento térmico e acústico. As células de ar presentes em sua estrutura ajudam a reduzir a transferência de calor e som, proporcionando um ambiente mais confortável. 

No entanto, é importante considerar que os blocos vazados possuem menor eficiência em termos de isolamento.

Versatilidade e praticidade

Os blocos de concreto são versáteis e oferecem flexibilidade de projeto. Eles estão disponíveis em diferentes tamanhos e formatos, permitindo a criação de paredes personalizadas segundo as necessidades específicas de cada projeto. 

Além disso, a instalação de blocos de concreto é relativamente rápida e simples, contribuindo para a agilidade da construção.

Sustentabilidade

Os blocos de concreto também podem ser considerados uma opção sustentável, dependendo de sua fabricação e composição. 

Muitos fabricantes estão adotando práticas mais sustentáveis, como a incorporação de materiais reciclados ou a redução do consumo de energia durante a produção. Além disso, a longa vida útil dos blocos de concreto contribui para a redução do impacto ambiental.

Considerações finais

Ao construir paredes, a escolha do material adequado é crucial para garantir a qualidade e o desempenho da construção. Tijolos e blocos de concreto são opções populares devido às suas características únicas e versatilidade de aplicação. 

Portanto, a escolha entre tijolos e blocos de concreto dependerá das necessidades do projeto, considerando, fatores como: 

  • Resistência; 
  • Isolamento térmico; 
  • Acústico; 
  • Disponibilidade; 
  • Preço; 
  • Sustentabilidade. 

Consultar um profissional da área é essencial para avaliar as especificidades do projeto e fazer a escolha mais adequada. Com a seleção correta do material, é possível construir paredes duráveis, eficientes e esteticamente agradáveis.

Primeiramente, é essencial avaliar as necessidades específicas do projeto, como resistência estrutural, isolamento térmico e acústico, disponibilidade, preço e sustentabilidade. 

Cada material tem suas vantagens e desvantagens em relação a esses aspectos, e é importante ponderar quais características são mais relevantes para o objetivo final da construção.

Os tijolos são materiais tradicionais, amplamente disponíveis no mercado e conhecidos por sua resistência estrutural. Eles oferecem bom desempenho em isolamento térmico e acústico, especialmente os tijolos maciços. 

Além disso, são uma opção acessível em termos de preço. No entanto, é importante considerar que os tijolos furados possuem menor capacidade de isolamento e que o tijolo de vidro é mais adequado para uso em áreas internas e divisórias.

Por outro lado, os blocos de concreto oferecem versatilidade de projeto e são conhecidos por sua resistência e durabilidade. 

Os blocos de concreto celular apresentam bom desempenho em isolamento térmico e acústico, sendo ideais para projetos que buscam eficiência energética. 

Já os blocos estruturais são recomendados para projetos que exigem alta resistência. É importante lembrar que os blocos vazados possuem menor capacidade estrutural.

Além disso, a sustentabilidade é um aspecto cada vez mais relevante na escolha dos materiais de construção. 

Tanto os tijolos quanto os blocos de concreto podem ser considerados sustentáveis, dependendo de suas práticas de fabricação. A utilização de materiais reciclados e a redução do consumo de energia durante a produção são aspectos a serem considerados.

Em conclusão, a escolha entre tijolos e blocos de concreto para a construção de paredes deve ser baseada em uma análise cuidadosa das necessidades do projeto. 

Consultar profissionais da área, como arquitetos e engenheiros, é fundamental para obter orientação especializada e garantir a escolha mais adequada. 

Com a seleção correta do material, é possível construir paredes duráveis, eficientes e esteticamente agradáveis, atendendo às necessidades do projeto e proporcionando conforto aos ocupantes.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, em parceria com o site Nantablog, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Você vai gostar também:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe um comentário


*


*


Seja o primeiro a comentar!

JUNTE-SE Á NOSSA LISTA DE SUBSCRITORES

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade