Descubra como escolher os melhores materiais de construção para sua reforma

Tempo de leitura: 9 min

Escrito por lucas
em Novembro 30, 2023

Descubra como escolher os melhores materiais de construção para sua reforma

Nada tão importante para uma reforma imobiliária como a escolha correta dos materiais de construção junto a uma mão de obra qualificada, pois são esses elementos que determinam a qualidade, durabilidade e estética quando a obra está finalizada.

Quando se trata de escolher os melhores materiais para sua reforma, é essencial levar em consideração uma série de fatores importantes.

Desde a resistência dos materiais até a sua adequação ao estilo arquitetônico desejado, cada escolha pode influenciar significativamente o resultado final.

Tipos de materiais utilizados em reformas

Materiais de construção, assim como a necessidade de mão de obra capacitada fornecida por empresas de reformas prediais, fazem parte da realidade de qualquer projeto habitacional ou comercial.

Ao considerar os diversos tipos disponíveis no mercado, é possível escolher aqueles que melhor atendem às necessidades específicas de cada parte da construção.

Concreto

O concreto é o exemplo mais provável, pois é amplamente utilizado na construção civil devido à sua versatilidade e resistência.

Sua principal vantagem está na capacidade de se moldar em diferentes formas e tamanhos, permitindo a criação de estruturas sólidas e duradouras. No entanto, o concreto pode ser suscetível a rachaduras e necessitar de manutenção periódica.

Tijolos

Os tijolos também são materiais tradicionais e amplamente empregados em reformas residenciais. Sua característica principal é a resistência à compressão, tornando-os ideais para a construção de paredes e estruturas.

Além disso, os tijolos possuem boa capacidade de isolamento térmico e acústico. No entanto, eles podem ser vulneráveis a problemas de umidade e exigem técnicas adequadas de assentamento.

Blocos

Os blocos, por sua vez, apresentam características semelhantes aos tijolos, mas com dimensões maiores. Isso permite que empresas de engenharia e reformas possam realizar uma construção mais rápida e eficiente, reduzindo custos e tempo de obra.

Os blocos também oferecem boa resistência e isolamento, porém, podem ser mais suscetíveis a infiltrações se não forem devidamente vedados.

Madeira

A madeira é um material naturalmente estético e versátil, utilizado tanto em estruturas como em acabamentos. Sua principal vantagem está na capacidade de proporcionar um ambiente acolhedor e aconchegante.

No entanto, a madeira requer manutenção regular, pois está sujeita a problemas como cupins e apodrecimento.

Aço

O aço é uma material amplamente empregado na construção de estruturas, especialmente em projetos que reforçam a necessidade de análise preliminar de risco e buscam maior resistência e durabilidade.

Sua principal vantagem reside na alta capacidade de suportar cargas pesadas e resistir a intempéries. No entanto, o aço pode ser suscetível à corrosão, necessitando de proteção adequada.

Vidro

O vidro, com toda sua versatilidade em relação a transparência e luminosidade aos espaços, tem como vantagem a capacidade de proporcionar uma conexão visual com o ambiente externo, além de permitir a entrada de luz natural.

No entanto, o vidro pode ser frágil e requer cuidados especiais para evitar quebras.

Cerâmica

A cerâmica tem finalidades voltadas a acabamentos, como assentamento de porcelanato preço sobre pisos e revestimentos, muito por toda a resistência e durabilidade como características marcantes.

Além disso, a cerâmica oferece uma ampla variedade de cores, texturas e padrões, possibilitando a criação de ambientes personalizados.

No entanto, é necessário atentar para a escolha de cerâmicas adequadas para cada ambiente, considerando sua resistência ao desgaste e à umidade.

A importância de escolher materiais duráveis

Ao realizar uma reforma residencial, é fundamental escolher materiais de construção duráveis, capazes de resistir ao desgaste e ao tempo.

A durabilidade dos materiais é um fator determinante para garantir a longevidade e a qualidade da obra, evitando problemas futuros e reduzindo a necessidade de manutenção constante.

Avaliar a durabilidade de cada material é essencial para tomar decisões informadas. Diversos fatores devem ser considerados nesse processo de avaliação.

Resistência à umidade

Materiais que possuem alta resistência à umidade são ideais para ambientes como banheiros, cozinhas e áreas externas, onde há maior exposição à água.

Por exemplo, cerâmicas, porcelanatos e pedras naturais são conhecidos por sua resistência à umidade, evitando problemas como infiltrações e deterioração.

Resistência às intempéries dos materiais de construção

Materiais utilizados em áreas externas, como fachadas e coberturas, devem ser capazes de suportar condições climáticas adversas, como chuva, sol intenso e variações de temperatura.

Nesse sentido, o concreto armado e o aço inoxidável são materiais conhecidos por sua alta durabilidade nessas condições, sendo frequentemente utilizados em estruturas expostas ao tempo.

Resistência a impactos dos materiais de construção

Em áreas de alto tráfego, como pisos com aterramento elétrico e escadas, é necessário escolher materiais que resistam a impactos constantes.

Nesse caso, concreto, pedras naturais e cerâmicas de alta resistência são opções recomendadas, pois são capazes de suportar o uso diário sem sofrer danos significativos.

Resistência a agentes químicos dos materiais de construção

Em ambientes como cozinhas industriais, laboratórios ou áreas de manipulação de produtos químicos, é necessário utilizar materiais que resistam à ação dessas substâncias.

O aço inoxidável, por exemplo, é amplamente utilizado nessas áreas devido à sua resistência à corrosão causada por agentes químicos. Materiais de alta durabilidade são essenciais em projetos de reforma residencial, garantindo a longevidade e a qualidade da obra.

O custo inicial e a vida útil dos materiais de construção

Quando se trata de escolher os materiais de construção para um projeto, é essencial encontrar um equilíbrio entre o custo inicial e a vida útil dos materiais.

Embora seja tentador optar por materiais mais baratos, é importante considerar o investimento a longo prazo, levando em conta a durabilidade e a manutenção necessária ao longo do tempo.

Ao avaliar o custo inicial dos materiais junto a uma administração de condomínios SP e outras empresas especializadas, é preciso considerar não apenas o preço de aquisição, mas também a qualidade e a durabilidade.

Materiais mais baratos podem parecer uma opção econômica no curto prazo, mas podem resultar em custos adicionais de manutenção e substituição no futuro.

Por outro lado, materiais de melhor qualidade e durabilidade podem ter um custo inicial mais alto, mas oferecem um retorno melhor a longo prazo, exigindo menos reparos e substituições.

A vida útil dos materiais é um fator fundamental a ser considerado ao buscar o equilíbrio entre custo e durabilidade. Materiais de construção com vida útil mais longa reduzem a necessidade de substituição frequente, economizando tempo e dinheiro a longo prazo.

Por exemplo, materiais como concreto armado, aço inoxidável e madeiras tratadas são conhecidos por sua alta durabilidade, podendo resistir às intempéries e ao desgaste ao longo dos anos.

Além da vida útil, é importante considerar a manutenção necessária para cada material. Alguns materiais podem exigir cuidados regulares, a fim de manter sua durabilidade e aparência como:

  • Pintura;
  • Telhado;
  • Tratamento específico;
  • Vedação.

Esses custos de manutenção devem ser levados em conta ao avaliar o equilíbrio entre o custo inicial e a vida útil dos materiais.

O contexto do projeto

Em algumas situações, como em propriedades destinadas a aluguel ou em projetos de curto prazo, pode ser mais adequado optar por materiais de custo inicial mais baixo, desde que atendam aos requisitos mínimos de qualidade e segurança.

Por outro lado, em projetos de longo prazo, como construções residenciais permanentes, é recomendável investir em materiais duráveis que agreguem valor ao imóvel e reduzam custos futuros.

Diretrizes para escolha de materiais de construção

Ao tomar decisões sobre os materiais de construção para um projeto, seguir diretrizes práticas ajuda a fazer escolhas informadas.

Estilo arquitetônico desejado e materiais de construção

O estilo arquitetônico desejado para o projeto é um ponto de partida importante na seleção dos materiais. Cada estilo possui características e materiais específicos.

Por exemplo, em uma arquitetura moderna com dispositivos de controle, materiais como vidro, concreto aparente e aço podem ser preferidos, enquanto em uma arquitetura tradicional, madeiras nobres, tijolos e telhas podem ser mais adequados.

Considerar o estilo arquitetônico ajuda a criar uma harmonia estética entre os materiais escolhidos e o design geral do projeto.

Necessidades específicas do projeto como materiais de construção

É crucial identificar as necessidades específicas do projeto. Isso envolve considerar fatores como o uso do espaço, as condições climáticas do local, a durabilidade requerida e as restrições orçamentárias.

Áreas úmidas, muito comuns em banheiros, áreas de serviço e cozinhas, por exemplo, devem receber materiais que sejam resistentes à umidade. Em regiões com alta incidência de ventos fortes, é importante selecionar materiais que resistam a intempéries.

Compreender as necessidades do projeto ajuda a adequar os materiais às demandas específicas e garantir sua funcionalidade a longo prazo.

Contratação de profissionais qualificados

Contar com profissionais qualificados, como arquitetos, engenheiros e designers de interiores, ou mesmo uma empresa de geoprocessamento, é essencial para obter orientação especializada na escolha dos materiais de construção.

A contratação de profissionais reflete na aplicação de experiência e conhecimento técnico para avaliação quanto às necessidades do projeto, considerar os aspectos estéticos e funcionais, e recomendar os materiais mais adequados.

Sua expertise ajuda a evitar erros comuns e a garantir que as escolhas estejam alinhadas com os requisitos do projeto. Essas escolhas bem fundamentadas contribuem para o sucesso e a satisfação do projeto de construção ou reforma.

Conclusão

A seleção criteriosa dos materiais de construção, enfim, se mostra fundamental para o sucesso de qualquer projeto de reforma.

Vale lembrar, ainda, o quão importante se faz necessário a busca por informações atualizadas sobre os materiais, a consulta com profissionais especializados e avaliação de opções disponíveis no mercado.

Ao fazer isso, você garante uma reforma bem-sucedida, com materiais de qualidade que valorizarão seu espaço e proporcionarão conforto e segurança a longo prazo.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, em parceria com o site Click Atibaia, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Você vai gostar também:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe um comentário


*


*


Seja o primeiro a comentar!

JUNTE-SE Á NOSSA LISTA DE SUBSCRITORES

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade