Ácido Fúlvico e Ácido Húmico: Qual a diferença?

Tempo de leitura: 4 min

Escrito por mateus
em Fevereiro 9, 2024

Ácido Fúlvico e Ácido Húmico: Qual a diferença?

A agricultura atual demanda um entendimento mais aprofundado em relação a vários elementos, como por exemplo o ácido fúlvico, ácido húmico e seus adjuvantes, que auxiliam no crescimento das plantas. Esses produtos apresentam resultados incríveis e têm ganhado grande destaque na área agrícola.

No entanto, alguns produtos podem ser utilizados de forma incorreta e, por isso, é importante buscar mais informações sobre os produtos antes de utilizá-los. Por conta disso, cabe saber a diferença entre os dois compostos e como fazer o seu uso da forma correta.

O que é o Ácido Fúlvico?

O ácido fúlvico é componente da matéria orgânica do solo, muito utilizado na agricultura para aprimorar o estímulo do crescimento saudável das plantações e a fertilidade da área. Ele é um produto solúvel em soluções alcalinas, ácidas e, principalmente, em água, além de apresentar uma capacidade maior de troca catiônica, que auxilia os processos biológicos naturais das plantas.

Devido a decomposição de matérias orgânicas, como microrganismos, plantas e até animais, este ácido é produzido e apresenta uma estrutura química complexa com a presença de grupos fenólicos, de aminoácidos e carboxílicos. Além disso, também é uma fração menor do Ácido Húmico, que logo será apresentado. 

Para que serve?

Esse ácido possui muitos benefícios para as plantações, afinal sua função principal é formar complexos quelatos juntamente com íons minerais, o que facilita a estruturação do solo e a absorção de nutrientes. Assim, há uma maior retenção de água e atividade microbiana.

Outros benefícios desse incrível componente são os estímulos para o desenvolvimento radicular, para a absorção de nutrientes, e para a resistência das plantas em relação ao estresse ambiental, devido a suas propriedades antioxidantes. Dessa forma, o Fúlvico se tornou uma ferramenta essencial para a agricultura.

O que é o Ácido Húmico?

Já o Ácido Húmico é a maior fração de substâncias húmicas e, diferente do Fúlvico, ele é solúvel em solventes orgânicos e ácidos minerais. Apresenta também uma alta concentração de nitrogênio e ácidos carboxílicos, além do alto peso molecular junto com a capacidade de realizar trocas catiônicas.

Além de ser a maior fração de substâncias húmicas, esse ácido ainda possui mais duas frações, a Fúlvica, que é solúvel em água, e a Humina, que é insolúvel. Essa substância também é resultado da decomposição de matérias orgânicas provenientes de reações microbiológicas e químicas.

Para que serve?

O Ácido Húmico também apresenta diversos benefícios! Dentre eles, temos a capacidade de aumentar a absorção e a mobilidade de íons, assim como o auxílio na velocidade e na respiração das reações enzimáticas que ocorrem no Ciclo de Krebs, responsável por fornecer energia para as células.

Também auxilia na estruturação do solo pois estimula o aumento da porosidade, que melhora a retenção de água no solo e a atividade microbiana. Com o seu uso, há também um crescimento e distribuição melhor do sistema radicular, com foco no bombeamento de ATPases e de prótons.

Qual a diferença entre Ácido Fúlvico e Ácido Húmico?

Entender as diferenças entre esses dois ácidos é bem simples. Enquanto o Fúlvico apresenta em sua composição moléculas simples e menores, o Ácido Húmico já apresenta moléculas complexas e maiores. Outra diferença é a solubilidade dos dois, onde o Húmico é menos solúvel que o Fúlvico.

Além disso, tem a questão das frações, pois o Ácido Húmico é composto por 3 frações, sendo elas o Fúlvico, o Húmico e a Humina. Já o Fúlvico é apenas uma fração que está presente na composição do Ácido Húmico. Cada fração apresenta características diferentes, apesar de semelhantes.

Quando utilizar Fúlvico e Húmico?

Devido às características já apresentadas do Ácido Fúlvico, sua utilização deve ocorrer como um estímulo inicial para o plantio, a fim de promover a absorção correta dos nutrientes e o desenvolvimento radicular das novas plantações. Com isso, pode ser utilizado também em solos que não possuem grande disponibilidade de minerais e nutrientes.

Já o Ácido Húmico é comumente utilizado para melhorar a fertilidade do solo em plantações no geral, sendo um novo plantio ou não. Pode ser utilizado também para aumentar a retenção de água e a atividade microbiana do solo. Além disso, esses dois compostos apresentam funções complementares.

Contudo, ambos os ácidos podem ser utilizados em conjunto. A grande parte dos agricultores escolhem combinar o uso desses compostos para obter todos os benefícios combinados, o que resulta em uma melhora completa das plantações e do solo. Mas, lembre-se: antes de utilizar qualquer produto agrícola, sejam ácidos fúlvicos ou adjuvantes, faça uma análise específica, assim será realizado o tratamento de acordo com a necessidade do solo.

Você vai gostar também:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe um comentário


*


*


Seja o primeiro a comentar!

JUNTE-SE Á NOSSA LISTA DE SUBSCRITORES

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade